quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

14 de Fevereiro

Viva o amor!
Poderão até pensar que é para ser diferente, mas não gosto particularmente deste dia.
Cada um de nós tem direito a ser estrela por um dia, certo? Na maioria das vezes, esse dia coincide com o nosso dia de aniversário.
Pois bem, já é conhecida a minha tendência para o egoísmo e eu gostava de ter direito a um dia de aniversário mais calmo, mais normal, mais calmo e menos em tons rosa e vermelho.
É que o meu aniversário é o dia 14 de Fevereiro (cada um tem aquilo que merece e eu continuo sem saber se isso é bom ou mau, mas mais uma vez parece-me adequado)! O dia escolhido para celebrar o amor.
Não tenho nada contra isso, muito pelo contrário. Devo até destacar a coragem do soldado Valentim que, há uns bons séculos atrás, resolveu contrariar a ordem do imperador Cláudio II e ajudou muitos apaixonados a casar em segredo. Quando foi descoberto, foi preso, torturado e decapitado a 14 de Fevereiro, mas tornou-se num herói, com direito a um dia especial e muito romântico.
Voltando agora à actualidade, aborrece-me um pouco o facto de ser quase impossível encontrar um restaurante para jantar calmamente. Gostava de não ter de "partilhar" o meu dia com tanta gente.
Mas este dia também tem o seu lado cómico. Hoje fui às compras e passei em frente a uma loja de flores. Não posso dizer que fiquei admirada com o que vi, mas posso dizer que achei engraçado. A loja estava cheia de senhores apaixonados à espera da sua vez de comprar um ramo de rosas vermelhas para oferecerem às suas companheiras. Fazem muito bem, a economia agradece.
Afinal os portugueses são uns românticos.

1 comentário:

Ana Margarida disse...

Deixa lá os tons rosa e vermelho...há quem no dia do amor celebre a amizade...quem tem amigas fantásticas como tu tem mesmo de fazer um brinde à amizade neste dia!! Por isso: Feliz aniversário amiga... Fica mais uma beijoca!