sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Sem esforço, consegues defraudar as minhas expectativas e deixar os meus pedidos sem resposta.
Como consegues tirar o melhor, mas também o pior de mim.
Apetece-me desistir.
Virar costas.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Não imaginas como fiquei feliz, só com a ideia de que ias tirar um bocadinho do teu tempo para mim.
Tinhas mesmo que falhar não tinhas?

terça-feira, 21 de outubro de 2014

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Já me irritei. Já me aborreci. Já me chateei. Já me desiludi o suficiente.

sexta-feira, 18 de abril de 2014

É isto

"É bom saber que há um sítio que nos acalma a alma. Que no meio do turbilhão da vida, continua a haver um porto de abrigo. Que continuas a apaziguar os meus dias só porque sim. Só porque és o meu sítio. Mesmo que reclame, mesmo que fique fora de mim. Mesmo que isso me corroa. Mesmo nas vezes que não te entendo. Mesmo nas vezes que não deveria desculpar-te ou entender-te.
Mas sou assim. Quando gosto prefiro esquecer e avançar. Quando gosto enterro e sigo. E sem ressentimentos ...
ou mágoas guardadas.
Quando gosto. Gosto sempre. Gosto lealmente. Gosto incondicionalmente. Nos dias bons e maus.
Quando gosto. Gosto sempre
."

sexta-feira, 21 de março de 2014

"Gosto de te sentir por perto. A tua presença acalma-me e coloca-me um sorriso no rosto. Faz-me sentir uma miúda travessa que rouba mais uma taça de mousse de chocolate. Faz-me sentir as borboletas na barriga e a insegurança de adolescente.
Gosto de te sentir por perto. Fazes-me ser miúda outra vez.
Miúdo, gosto de ti. Tanto e sempre."

terça-feira, 11 de março de 2014